Decisões são tomadas todos os dias por quem é designado, pessoas com cargos administrativos. Programadores não tem que tomar tantas decisões quando o projeto com escopo fechado e tecnologias determinadas a serem utilizadas. Mas quando se trata da área administrativas é toda hora que você tem de tomar decisões e cada dia situações mais complicadas que outras.

Em minha experiência vejo que muitos dos projetos que se atrasam ou dão problema no decorrer do desenvolvimento, é por causa de decisões tomadas em algum momento na vida do projeto (seja no planejamento ou desenvolvimento) como exemplo, alocação de recursos (profissionais) para determinadas tarefas ou mesmo que momento pode-se tirar um profissional vital do projeto e alocar para outro projeto.

Gerentes de projetos despreparados ou mesmo líderes que foram forçados a tomar o posto porque conheciam mais sobre alguns projetos da empresa, não quer dizer que são os mais adequados ao posto, pois as decisões é o que o torna um líder bom ou ruim e é através das experiências que o líder consegue determinar o que é bom ou inadequado para o projeto e profissionais. Muitas das vezes os líderes possuem um respaldo de um superior para analisar qual o caminho a ser tomado em um projeto.

Cada vez menos vejo líderes, gerentes ou coordenadores respeitar opiniões dos que estão no projetos ou mesmo chamar os programadores para próximo e perguntar "Qual sua opinião sobre isso?" e sim diz "Faz desse modo que é o correto" podendo causar um produto final lento, com uma usabilidade ruim ou mesmo sem segurança alguma, se preocupando mais na entrega do que na qualidade do serviço.

Os clientes querem que o serviço solicitado seja o melhor e quando recebem o pior culpam contratatada, mas não sabe que muitas vezes esse pior foi devido ao mal preparo de quem estava comandando o desenvolvimento do projeto. Líder que se preocupa mais em finalizar do que na qualidade, não sabe que o maior retorno da qualidade é a confiabilidade e relacionamento da empresa com o cliente e isso a longo prazo traz maior retorno financeiro.

Precisamos dos líderes que se preocupem mais com a equipe do que com projetos, analisando o que a equipe precisa para ter um maior aproveitamento no desenvolmento diário. Analisar riscos no decorrer do projeto e ter maior comunicação com superiores e subordinados e conhecer como é o projeto e estar a frente dos problemas ocorridos para trazer soluções viáveis e baratas em que não traga prejuízos para a empresa. Lideres que cativam e não que confrontam, que mostrem soluções e não empecílios.

Precisamos mais de líderes como as palavras de Lincoln: "A maior habilidade de um líder é desenvolver  habilidades extraordinárias em pessoas comuns"